Irmãos

Fascistas? Nós somos todos, irmãos,
quando nem olhamos uns para os outros;
para nosso próprio espelho, tampouco,
e afloram gestos e palavras vãos.

Quando não reconhecemos as cores,
e as ruas cinzas perdem direção,
e já nada ouvimos na solidão,
e arfam carinhos, afetos, amores.

Fascistas? Nós somos todos irmãos.
Se não nos compreendemos, sobra o ódio,
se não dialogamos, resta o incêndio.
E nada fica de nós sobre o chão.

Nessa grande tribo, impera o silêncio
em meio a tanto grito, à escuridão.
Nenhum ideal em comum. Senão
o vazio, o desrespeito, o precipício.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s